Juros Simples
O regime de juros será simples quando a taxa de juros incidir apenas sobre o valor principal. Sobre os juros gerados a cada período não incidirão novos juros, ou seja, não considera que o saldo da dívida aumenta ou diminui conforme o passar do tempo. Valor principal ou simplesmente principal é o valor inicial emprestado ou aplicado, antes de ser acrescido os juros.

A expressão matemática utilizada para cálculo das situações envolvendo juros simples é escrita da seguinte maneira: J = C x i x t
Onde: J = juros, C = capital ou valor principal, i = taxa , t = tempo

Exemplo:

Como calcular os juros simples produzidos por R$ 40000,00, aplicados à taxa de 36% a.a., durante 125 dias.
* Aplicando a formula: J = C x i x t
A taxa de 36% a.a equivale a 0,36/360 dias = 0,001 a.d
(é importante que os valores estejam sempre na mesma unidade de tempo).
J = 40.000,00 x 0,001 x 125 = R$ 5000,00

Conclusão: em 125 dias um capital de R$40.000,00, a uma taxa de 36% a.a., rende $5.000,00. Os juros simples são acréscimos que são somados ao capital principal no final da aplicação.

Hoje não é comum utilizar a capitalização baseada no regime simples. Por serem menos lucrativos, os juros simples eram utilizados em situações de curto prazo. .